quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Atualização 2015 08 27

Noite do Conto: pós-evento.

         Poesia; samba; rap; percussão; cantigas; capoeira; encenação teatral; fantoches; história de Santa Catarina e filosofias diversas: esse é o caldeirão cultural da Noite do Conto. Surgida despretensiosamente em 2010, depois de uma roda de Capoeira, a Noite do Conto, organizada pela Associação Cultural Capoeira na Escola (ACCAES), teve mais uma edição no último sábado.
Tomando por base a tradição africana dos Griots (contadores de história), cerca de trinta pessoas vivenciaram momentos de muito aprendizado e energia positiva no Museu Etnográfico Casa dos Açores, por si só inspirador, que aliado à decoração feita pelos graduados Ligue-Ligue, Axe, Grilo e Borracha, transformou-se no ambiente ideal para ver e ouvir, sorrir e chorar, com as mais variadas histórias.

video

Registros I: Paracopa SESC


            A Paracopa SESC é um evento de paradesporto que vem sendo realizado com sucesso na Grande Florianópolis. A abertura aconteceu no último dia 14 de agosto, no SESC Prainha, e contou com a apresentação de Capoeira dos alunos da Fundação Catarinense de Educação Especial, coordenados pelo Mestre Tuti e graduados Axe e Grilo.



Registros II: Dia do Folclore na FCEE
           
            A Associação Cultural Capoeira na Escola - alunos da Escola Especial Leandro de Azevedo (APAE) e da Associação dos Servidores Municipais de Biguaçu (ASMUB) - participou do Dia do Folclore realizado na Fundação Catarinense de Educação Especial. A programação contou com: Puxada de Rede; Maculelê; Percussão; Samba de Roda; Boi-de-Mamão; Dança da Peneira e Oficina de Danças Folclóricas.

Leia mais em:
http://www.fcee.sc.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2101&Itemid=1
          

Semana da Pessoa com Deficiência em Itajaí

          A Semana da Pessoa com Deficiência acontece em Santa Catarina de 24 a 28 de agosto. Este ano, o Projeto Capoeira na Escola fará apresentação com os alunos da Apae de Biguaçu em Itajaí, na Escola Judith Duarte de Oliveira.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Atualização 2015 08 12

Noite do Conto

            Griot é uma expressão que designa o ‘contador de história’, o guardião da memória e responsável pela transmissão, de forma oral, de conhecimentos ancestrais dos povos tribais africanos; sendo, assim, de muita relevância para a integração entre jovens e adultos.
            Valem duas citações para entendermos a importância da História Oral. A primeira é a de que a escrita tem aproximadamente quatro mil anos, enquanto a história oral, quinze mil anos. A segunda é a fala de Amadou HampatêBá, um tradicionalista africano, que disse que “cada velho que morre é uma biblioteca que desaparece”.
            Dessa forma, não visando somente finais felizes e nem imposição de valores morais por parte dos contadores, a Associação Cultural Capoeira na Escola promoverá a “Noite do Conto”. Será no próximo sábado, às 18h30, no Museu Etnográfico Casa dos Açores, Balneário de São Miguel, Biguaçu.
            Como forma de garantir um bom andamento do evento, sugerem-se alguns procedimentos:
- os temas e formas de expressão são livres. Exemplos: comentários sobre uma música escolhida; sobre a origem de seu nome; contar uma lenda ou história de ninar ouvida quando criança; contos africanos; poesia etc.;
- evitar histórias usuais na internet (correntes; ficções de redes de relacionamento e lendas urbanas); e
- programar para que a sua história não passe de sete minutos, já que haverá várias pessoas aguardando a vez.
            Segundo Marilene Melo: “Contar e ouvir histórias são formas de manter a socialização entre os indivíduos, compartilhando experiências. O poder de usar a palavra nos possibilita fazer a tarefa do Griot, ouvindo a voz do outro, aprendendo e repassando saberes, reconstruindo histórias, recriando enredos; seremos os portadores das vozes guardadas no passado mais recente, do momento de aculturação da história do povo africano.”.
            Sinta-se um Griot. Participe da “Noite do Conto”!

Capoeira é Universal

            No último sábado (08/08), aconteceu algo na roda do Projeto Capoeira na Escola que denota a grandiosidade da Capoeira. Ao sair para tomar água, ouvi um homem conversando ao telefone. Devido ao som da roda, ele soltava alto o sotaque nordestino conversando com a família. Antes que alguém me chame de invasor de privacidade, não era eu que estava colocando o meu ouvido na fala dele, mas ele que colocava a fala no meu ouvido. O que chamou a minha atenção foi o fato de ele estar descrevendo o contexto no qual se encontrava e a última frase sobre a Capoeira. Algo como o que segue:
- Fulano, estou em Biguaçu, uma cidade da Grande Florianópolis. Estou aproveitando o descanso para assistir a uma roda de Capoeira. Escuta o som aí... Escutou? Pois, é rapaz. Capoeira é Universal.

Curso de Introdução à Cartografia Social

            Nossa camarada de longa data, Jô Capoeira, convida para o Curso de Introdução à Cartografia Social. Será no próximo dia 15 de agosto de 2015, no CEART – UDESC (Bairro Itacorubi), e terá como tema: Roda de Capoeira: Patrimônio Cultural Imaterial com Rossano Lopes Bastos.


O Positivo e o Negativo

            Parabéns ao Superintendente da Fundação Municipal de Cultura de São José, Caê Martins, pelo 1º aniversário da Feira da Freguesia. De fato, é um evento muito importante para a cidade por congregar produtos, serviços e cultura no mesmo local.
            O ponto negativo, que não podemos deixar de registrar, é a falha da equipe da mesma Fundação de Cultura na elaboração do último cronograma. A Associação Cultural Capoeira na Escola foi convidada para se apresentar no último domingo (09/08), às 16h. Apenas dois dias antes do evento, fomos informados de que houve alteração no horário para as 14h, tornando impossível refazer todos os comunicados feitos aos alunos e remarcar ônibus.
Resultado: cancelamento da apresentação. A frustração dos integrantes que deixaram os seus pais num dia nobre para apresentarem-se naquela feira não foi maior devido à roda que o Projeto Capoeira na Escola fez na Beiramar de São José.
            Lamentável!


segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Atualização 2015 08 03

Noite do Conto


O Museu Etnográfico Casa dos Açores será o ambiente para mais uma Noite do Conto. O momento de reviver a tradição dos griots africanos acontecerá no dia 15 de agosto, às 18h30, e será permeado por música, capoeira e caldo de feijão.

A.B.C.A.

            Quando o Projeto Capoeira na Escola gravou o seu disco em 2005, muitos de seus integrantes ainda não haviam viajado à Bahia. A Associação Brasileira de Capoeira Angola (ABCA) era, e continua sendo, um objetivo pessoal e coletivo de busca de evolução. Na cantiga abaixo, como numa pintura surreal, o encontro de nomes lendários da Capoeira.

Cantiga: O Axé da A.B.C.A.

O meu sonho é ir à Bahia e
jogar na roda da ABCA
Sonho meu, sonho meu,
um dia eu vou realizar

Coro:  O meu sonho é ir à Bahia e
           jogar na roda da ABCA

Aplaudir Mestre João Pequeno
na roda com João Grande mandingar
Coro:...
            Jogar com Mestre Barba Branca e
ouvir Mestre Gildo Alfinete cantar
Coro:...
            Conhecer o Mestre Gigante e
tocar o Berimbau de seu Valdemar
Coro:...
            Sonho meu, sonho meu,
um dia eu vou realizar
Coro:...
            Conversar com Mestre Bola Sete,
ver o Mestre Neco e Moa vadiar
Coro:...
            Ver o show de Pelé do Tonél,
do “recônco” o Pelé da Bomba a sambar
Coro:...
            Ouvir Bigodinho e Boca Rica
cantando em dueto pra festa animar
Coro:...
            Seu Raimundo e Mestre Boa Gente,
esperem pela gente, um dia vamos lá.


Roda

No próximo sábado, haverá roda do Projeto Capoeira na Escola na Praça Central de Biguaçu. Será às 10h.