segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Atualização 2014 08 25


APAE de Biguaçu é modelo para Santa Catarina

            Clique na foto e assista à reportagem sobre os trabalhos desenvolvidos na APAE de Biguaçu, dentre os quais a Capoeira, que a colocam como modelo em Educação Especial em Santa Catarina.



 Desfile cívico

            No próximo dia 06 de setembro, a Associação Cultural Capoeira na Escola participará do Desfile Cívico em Biguaçu.

Graduação em Brusque

            Acontecerá em Brusque, no dia 07 de setembro, às 14h, no Teatro Azambuja, a graduação anual do Grupo Camará, Mestre KB Lera.

Em 2015, Mestre João Grande

            Confirmada a presença do Mestre João Grande no evento anual da Associação Capoeira na Escola em 2015. Será um momento histórico para a Capoeira em Santa Catarina.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Roda

No próximo sábado (09/08), às 15h, acontecerá a Roda do Projeto Capoeira na Escola, na Praça Central de Biguaçu. Em caso de chuva, a roda será realizada no Casarão Born.

Campeonato Jogo de Ouro

O Campeonato Jogo de Ouro já tem data e local certos: será no dia 14 de setembro no Ginásio do SESI, em São José.

O Mordomo da Casa Branca

Os atuais Movimentos Negros de diferentes países do mundo certamente foram influenciados pela turbulenta década de 1960, período em que os protestos pelos Direitos Civis eram uma constante e tomaram muita força nos Estados Unidos com Martin Luther King e Malcom X, ambos assassinados nessa mesma década.
O filme “O Mordomo da Casa Branca” é uma obra importante para que se entenda melhor esse momento histórico. Sob o olhar de um homem de origem pobre, que viu sua mãe ser estuprada e seu pai ser assassinado, mas que por força do destino chegou a ser um homem de confiança de mais de quatro Presidentes norte-americanos, presenciando, dessa forma, importantes passagens da história mundial, tais quais: a prisão de Martin Luther King; a luta dos Panteras Negras; o boicote à política do Apartheid na África do Sul; o assassinato do Presidente John Kennedy, por ter – entre outras coisas – lutado pela igualdade étnico-racial nos Estados Unidos.

Estrelado por Forest Whitaker, Oprah Winfrey, Cuba Gooding Jr.,  Robin Williams, Jane Fonda, entre outros, o filme é imperdível.



segunda-feira, 28 de julho de 2014




III Semana da Capoeira em Florianópolis

O Fórum da Capoeira da Ilha de Santa Catarina tem o prazer de convidar todos os camaradas para a III Semana da Capoeira: Rodas da Cidade. Este evento comemora o Dia da Capoeira (1° de agosto) na cidade de Florianópolis, Lei n° 8212.


UFSC aumenta o percentual das Cotas

O vestibular 2015 da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá 47,5% das vagas reservadas para os candidatos contemplados pela Política de Ações Afirmativas (PAA). Desta porcentagem, 37,5% seguem a legislação nacional que dispõe sobre as cotas. Os outros 10% seguem regras próprias da Universidade e são destinados a candidatos autodeclarados negros de qualquer faixa de renda. A medida foi aprovada com 28 votos favoráveis e 10 contrários e valerá apenas para o Vestibular 2015.
No ano passado, 35% das vagas eram reservadas para cotistas, sendo 25% para atender às exigências da lei federal. O aumento estipulado pela legislação é progressivo e começou a ser aplicado no vestibular de 2013 com reserva de 12,5% das vagas. Ano que vem, todas as Universidades Federais do Brasil deverão destinar, no mínimo, 50% das vagas para a Lei de Cotas e, por isso, uma nova resolução deverá ser discutida.
Para o presidente da Comissão de Acompanhamento das Ações Afirmativas da UFSC, professor Marcelo Tragtenberg, a reserva de 10% das vagas para candidatos autodeclarados negros, que vigora desde 2008, é uma decisão avançada da UFSC, pois a legislação atual não contempla negros que não estudaram em escolas públicas. De acordo com Tragtenberg, diversos cursos atualmente não têm todas as vagas reservadas preenchidas por negros de escolas públicas, seja por não haver número suficiente de candidatos ou por que os inscritos não são aprovados na prova do vestibular. No vestibular de 2015, caso isso aconteça, as vagas serão ocupadas por negros que tiveram outro percurso escolar: os que cursaram EJA (Educação de Jovens e Adultos), os bolsistas de escola privada e, por fim, os pagantes de escola privada.
Além da porcentagem para cotistas, outras 16 vagas suplementares são destinadas a indígenas residentes no território nacional e transfronteiriços. Estas vagas devem aumentar gradativamente e até 2017, serão 22 postos para esse público. Segundo Tragtenberg, as vagas suplementares para os indígenas são importantes, pois, em geral, eles não conseguem concorrer com os demais candidatos mesmo em condição de cotistas.

Fonte: diario.com.br