quarta-feira, 18 de julho de 2018

Noite do Conto - 2018

No próximo sábado (21/07), a Associação Cultural Capoeira na Escola realizará mais uma Noite do Conto. A atividade reúne Capoeira, samba, poesia e tem como eixo a contação de histórias.
O objetivo é a exaltação da figura do Griot, aquele considerado por povos tribais africanos como o ‘contador de história’, o guardião da memória responsável pela transmissão, de forma oral, de conhecimentos ancestrais, sendo assim, de muita relevância para a integração entre jovens e adultos.
Dessa forma, não visando somente finais felizes e nem imposição de valores morais por parte dos contadores, a Associação Cultural Capoeira na Escola promove a “Noite do Conto”, que será realizada no próximo sábado, às 20h, no Centro de Artes Marciais de Biguaçu (CAM).
Participe!




Observações: Como forma de garantir um bom andamento do evento, sugerimos alguns procedimentos:
- os temas e formas de expressão são livres e vão de comentários sobre uma música, um livro ou filme; sobre a origem de seu nome (ou apelido); contar uma lenda ou história de ninar ouvida quando criança; poesia; contos africanos etc.;
- evitar histórias usuais em correios eletrônicos e redes sociais (correntes; ficções sensacionalistas e lendas urbanas); e
- programar para que a sua história não passe de sete minutos, já que haverá várias pessoas aguardando a vez.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Atualização 2018 07 12


O Mago dos Tambores


Roda de Capoeira Regional

No último dia 07 de julho, a convite dos Mestres Pop e Tucano, Mestre Tuti coordenou uma roda de Capoeira Regional no Espaço Transcultural Aruandê, sul da Ilha de Florianópolis. Também aconteceu um bate-papo e demonstrações da sequência, da cintura desprezada e de toques de berimbaus da Capoeira Regional. A atividade fez parte do encontro de graduados do Grupo Camboatá.



quinta-feira, 21 de junho de 2018

Atualização 2018 06 21


Nina Rodrigues e o absurdo do Racismo Científico
Por: Mestre Tuti.


            No Terreiro de Jesus, em Salvador, está situado o prédio em que funcionava a Faculdade de Medicina da Bahia. Ali, foi um local de desenvolvimento em território brasileiro das teorias proferidas por Cesare Lombroso, psiquiatra italiano que acreditava que a capacidade e probabilidade de cometer crimes estava associada à origem étnica da pessoa. Entre seus seguidores estava Raimundo Nina Rodrigues, médico maranhense radicado em Salvador que produziu diversos estudos corroborando com as teorias de Lombroso baseando-se em pesquisas sobre crimes e surtos esquizofrênicos para inferiorizar a população não-branca, particularmente os negros escravizados e seus descendentes.
            Em seus textos, Nina Rodrigues argumentava que o fenótipo (características físicas como formato do maxilar, nariz e olhos, tamanho do cérebro e tom de pele) era definidor de virtudes e defeitos sociais e morais; por isso, sugeriu até a criação de códigos penais diferentes para brancos e negros.
A força de tais estudos, à luz da ciência, foi primorosa para duas questões: incentivar o aumento dos estoques raciais de europeus e seus descendentes no Brasil, o início de uma “limpeza étnica” para a remoção de um obstáculo ao progresso e a civilização da nação brasileira; e também para incrustar o ‘elemento suspeito’ na polícia técnica que até hoje tem na população negra seu alvo de investigações e encarceramento.
Nesta visão, em especial dos seres humanos, o termo ‘Raça’ deixou de estar relacionado à fé e à família para ser um instrumento de classificação de espécie tendo como fundamento a Biologia. Ou seja, nem tudo que vem da Ciência é desprovido do direcionamento do cientista. Até hoje, o departamento técnico da Polícia Civil da Bahia se chama Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.

Reunião do Colegiado de Mestres de Capoeira

            No próximo sábado, acontecerá mais uma reunião do Colegiado de Mestres de Santa Catarina. Desta vez, o município anfitrião será Jacinto Machado, oportunizando a participação dos capoeiristas da Região Sul. Confira a programação.


Próximas atividades
           
            Roda na Praça (07) e Noite do Conto (21) são as atividades extras da Associação Cultural Capoeira na Escola no mês de julho.