segunda-feira, 28 de julho de 2014




III Semana da Capoeira em Florianópolis

O Fórum da Capoeira da Ilha de Santa Catarina tem o prazer de convidar todos os camaradas para a III Semana da Capoeira: Rodas da Cidade. Este evento comemora o Dia da Capoeira (1° de agosto) na cidade de Florianópolis, Lei n° 8212.


UFSC aumenta o percentual das Cotas

O vestibular 2015 da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) terá 47,5% das vagas reservadas para os candidatos contemplados pela Política de Ações Afirmativas (PAA). Desta porcentagem, 37,5% seguem a legislação nacional que dispõe sobre as cotas. Os outros 10% seguem regras próprias da Universidade e são destinados a candidatos autodeclarados negros de qualquer faixa de renda. A medida foi aprovada com 28 votos favoráveis e 10 contrários e valerá apenas para o Vestibular 2015.
No ano passado, 35% das vagas eram reservadas para cotistas, sendo 25% para atender às exigências da lei federal. O aumento estipulado pela legislação é progressivo e começou a ser aplicado no vestibular de 2013 com reserva de 12,5% das vagas. Ano que vem, todas as Universidades Federais do Brasil deverão destinar, no mínimo, 50% das vagas para a Lei de Cotas e, por isso, uma nova resolução deverá ser discutida.
Para o presidente da Comissão de Acompanhamento das Ações Afirmativas da UFSC, professor Marcelo Tragtenberg, a reserva de 10% das vagas para candidatos autodeclarados negros, que vigora desde 2008, é uma decisão avançada da UFSC, pois a legislação atual não contempla negros que não estudaram em escolas públicas. De acordo com Tragtenberg, diversos cursos atualmente não têm todas as vagas reservadas preenchidas por negros de escolas públicas, seja por não haver número suficiente de candidatos ou por que os inscritos não são aprovados na prova do vestibular. No vestibular de 2015, caso isso aconteça, as vagas serão ocupadas por negros que tiveram outro percurso escolar: os que cursaram EJA (Educação de Jovens e Adultos), os bolsistas de escola privada e, por fim, os pagantes de escola privada.
Além da porcentagem para cotistas, outras 16 vagas suplementares são destinadas a indígenas residentes no território nacional e transfronteiriços. Estas vagas devem aumentar gradativamente e até 2017, serão 22 postos para esse público. Segundo Tragtenberg, as vagas suplementares para os indígenas são importantes, pois, em geral, eles não conseguem concorrer com os demais candidatos mesmo em condição de cotistas.

Fonte: diario.com.br

sexta-feira, 11 de julho de 2014

E-book e cantiga

Segue livro interessante.
Clique na foto para ler:



Mestre Moraes

Quando se tem pai famoso
filho sempre fala nele
Mas se o pai não tem história
Nem se lembra o nome dele

Usar o nome do pai
pra fugir da confusão
de quem não tem pai nem mestre, o meu deus
Também não tem tradição

Aos bobos até convence
pra quem pensa é armação
Todo filho tem um pai
Não tem este que não queira

mesmo que a mãe trabalhe
de madrugada na feira
vendendo pra todo mundo
mesmo sem ser quitandeira

Também coisas desse tipo
existem na capoeira,  camaradinho


segunda-feira, 30 de junho de 2014

Pensar Capoeira

  No próximo final de semana (05 e 06 de julho), acontecerá em Brusque a 2ª Jornada Pensar Capoeira. Trata-se de uma iniciativa que visa a capacitação profissional e a difusão de conhecimentos entre os capoeiristas de Santa Catarina.
  Nutrição, Fonoaudiologia, Primeiros Socorros, Capoeira para Pessoas com Deficiência, são alguns dos temas da Jornada.
  Mestre Tuti será palestrante sobre a importância da Capoeira para as pessoas com deficiência; para esse fim, fará um relato de caso de sua experiência e apresentará o seu trabalho de conclusão de curso (TCC) de especialização em Educação Especial.
              As inscrições devem ser feitas no site: camaracapoeira.net