sábado, 19 de abril de 2014

Feliz Páscoa


Feliz Páscoa

Há cerca de dois mil anos, nascia uma criança que transcenderia as barreiras das religiões; que seria querida e tida como referência por seguidores de diferentes credos e até mesmo por pagãos. O Ocidente, com sua cultura predominantemente eurodescendente, insiste em mostrar sua imagem como a de um loiro de olhos azuis, estilo hollywoodiano, impresso em milhares de quadros artísticos e estatuetas mundo a fora. Com o filtro do senso crítico e dos estudos, muitos desses na própria vivência da Capoeira - por meio do contato com os microorganismos das rodas em que ficamos com os pés e mãos sujos -, e nos diálogos extra-sensoriais com os mestres veteranos, torna-se fácil tirar a máscara ideológica e ver a real face desse homem maravilhoso.
De pele escura e cabelos pixaim, ele andava entre os leprosos e os mendigos, curava-os, encantava-os, da mesma forma que encantava e fazia renderem-se às suas reflexões os grandes filósofos. Infelizmente, a força do capital faz com que essa biografia fique em segundo plano para a maioria das pessoas. Mas, sempre é hora de exaltar suas falas, entre as quais se destacam duas: “Bem aventurados os homens de boa vontade”, já que a boa vontade supera a falta de talento e transfere um homem da ignorância para a sapiência; e “Ama ao próximo como a ti mesmo”, aqui se incluem todos os seres vivos, o respeito à flora, e a todos que colaboram para o ecossistema capoeirístico, especificamente.
Páscoa é renascimento de Jesus e dos ideais de esperança; significa passagem. Portanto, é hora de propor mudanças internas e ressurgimentos em nosso proceder.


terça-feira, 8 de abril de 2014

Atualização 2014 04 08


O Massacre de Ruanda

No dia 07 de abril de 1994, iniciou-se o Massacre de Ruanda. Foram mais de oitocentas mil pessoas assassinadas em menos de 100 dias numa guerra civil entre as etnias Tutsi e Hutu. Para relembrar e refletir sobre esse que foi um dos maiores genocídios do mundo, o governo de Ruanda estabeleceu luto de 100 dias a partir de ontem (07).
Sobre o tema, vale assistir ao sensacional filme Hotel Ruanda (2004).

Roda da Vela

            No próximo dia 17 (quinta), acontecerá mais uma edição da Roda da Vela.
            Será às 20h, no Centro de Artes Marciais (CAM) de Biguaçu.
Participe.

Ditadura e Escravidão

         Em 2014, completam-se 40 anos do golpe que deu início à Ditadura Militar e aproximadamente 480 anos da chegada do 1º Navio Negreiro vindo do Continente Africano. Ambas as ações foram efetivadas pelo Estado, ou seja, oficiais. Logo, reconhecer o erro e indenizar as vítimas das atrocidades desses vergonhosos momentos de nossa história também devem ser ações estatais
      Nesse paralelo, é notável que as Ações Afirmativas, especificamente a Política de Cotas, servem como reparação histórica.