quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

8º Encontro Catarinense de Capoeira Especial


Convidamos para o 8º Encontro Catarinense de Capoeira Especial, evento idealizado pela Fundação Catarinense de Educação Especial que este ano conta com a realização da APAE de Biguaçu em parceria com a Prefeitura Municipal de Biguaçu, por meio da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

Estarão presentes representantes das APAEs e instituições congêneres de: São José, Camboriú, Brusque, Nova Veneza, Biguaçu, Governador Celso Ramos, Itapema e Porto União.

Data: 29/11/2019 (sexta-feira), das 10h às 16h.
Local: Ginásio Municipal Nagib Sallum - Centro de Biguaçu.

Observação: A abertura do evento será pontualmente às 10h e a previsão de término é 16h.


sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Formaturas e Graduação Anual - 2019

         Nesta sexta (22/11), acontece a formatura do Projeto Capoeira na Escola. Será um momento de exaltação à Capoeira com show de manifestações culturais, mostra de vídeos e fotos dos educadores, e contará com a participação de familiares e amigos. A cerimônia será realizada no auditório do SEST/Senat (próximo à Marinha), Bairro Jardim Atlântico, Florianópolis, às 20h. A entrada é gratuita por meio de convites individuais impressos.
            O Professor Marcelo Corcel será formado Contramestre (corda roxa e vermelha) de Capoeira e assim descreve esse momento:

“O mais gratificante de tudo é a certeza de que fazemos valer o lema ‘Entre o Berimbau e o Caderno, a Capoeira formando Cidadãos’. Eu represento e sou representado nesta frase, já que ontem a semente foi plantada, e hoje eu planto sementes e continuo sendo regado pelo meu Mestre.”

            Já o Instrutor Algodão-Doce, que passará a professor de Capoeira (corda roxa) relata que:

"A formatura é um sonho posto em prática, é um reconhecimento conquistado durante nossa trajetória, com muito trabalho, dedicação e humildade. Resumindo, é um sonho realizado."

O Instrutor Maneca, também corda roxa nesta formatura, finaliza os depoimentos:

“A Capoeira me ensinou a ser uma pessoa equilibrada. A cada dia compreendo mais que é possível utilizá-la para fazer o bem à sociedade e às pessoas. Já se passaram quinze anos de ensinamentos e vivências; iniciei a prática ainda criança aos oito anos de idade e agora recebo o título de professor. Isso é, com certeza, uma vitória e um momento para celebrar.
Hoje ela faz parte de mim e sempre estará a meu lado, guiando minhas escolhas e me tornando um ser humano melhor.” 

        No dia 23 (sábado), será o momento da graduação anual do Projeto Capoeira na Escola, que acontecerá no Ginásio da Univali, Campus Biguaçu, às 15h, com entrada livre.