quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Dia Nacional do Samba - 2018


Dia Nacional do Samba - 2018

No próximo domingo (02/12), a Associação Cultural Capoeira na Escola (ACCAES) realizará mais uma homenagem a um grande sambista. O tema do Dia Nacional do Samba escolhido pela ACCAES esse ano é Nelson Cavaquinho, autor de lindas canções, como: “Juízo Final”, “A Flor e o Espinho” e “Quando eu me chamar Saudade”.
A atividade é gratuita é acontecerá na Associação dos Moradores do Bairro Tijuquinhas (Asmobati), às 19h.



terça-feira, 20 de novembro de 2018

Atualização 2018 11 20


Consciência Negra

Viva Zumbi dos Palmares, aquele que cotidianamente incentiva a busca por redenção aos cativeiros modernos.
Para honrar Zumbi, o Projeto Capoeira na Escola promoverá:
22/11: Graduação de Capoeira na Educação Infantil, às 19h30, no auditório do SESI, Campinas, São José.
24/11: Graduação anual, às 16h, no Ginásio da Univali, Centro de Biguaçu.
29/11: Graduação Capoeira para Educação Especial (APAE Biguaçu e FCEE), às 10h e às 15h, no auditório da Fundação Catarinense de Educação Especial.
  


7º Encontro Catarinense de Capoeira Especial

Na próxima sexta-feira (23/11), das 09h às 16h, a cidade de Camboriú receberá a 7ª edição do Encontro Catarinense de Capoeira Especial. Nascido em 2012 por ideia de Mestre Tuti e com realização da Fundação Catarinense de Educação Especial, este encontro passou a ser itinerante e já teve como sede as cidades de Brusque, Nova Veneza, Governador Celso Ramos e São José.
Este ano, com o apoio da Apae de Camboriú e organização do Mestre Dourado, serão mais de duzentas e cinquenta pessoas provando para a sociedade que têm muitas eficiências, ao contrário do olhar reducionista e rotulador da deficiência.
A participação é livre. Venha ajudar a reforçar o lema “ao som do berimbau, todo mundo fica igual”.



sábado, 27 de outubro de 2018

Atualização 2018 10 27


Próximas ações

05 a 09 de novembro: Exames técnicos de graduação (núcleos).
07 de novembro: Apresentação Virada Social, às 15h, em frente à Catedral, Fpolis.
10 de novembro: Roda na Praça de Biguaçu, às 10h, e exame de graduados, às 14h (CAM).
22 de novembro: Encontro de Capoeira para Educação Infantil, Auditório SESI, às 19h30, São José.
23 de novembro: 7º Encontro Catarinense de Capoeira Especial, a partir das 09h, Apae de Camboriú.
24 de novembro: Palestra com Mestre Sinhozinho, às 13h30 (CAM), e Graduação anual (Univali), às 16h, Biguaçu.
29 de novembro: Graduação APAE de Biguaçu e FCEE, às 10h e às 15h, Auditório FCEE, São José.
02 de dezembro: Dia Nacional do Samba, homenagem a Nelson Cavaquinho, Biguaçu.
15 de dezembro: Confraternização na Praça de Biguaçu, às 16h.


           
Documentário: Mestre Moa do Katendê



terça-feira, 9 de outubro de 2018

Atualização 2018 10 09


Cultura ativa em Biguaçu

Com claro viés político-partidário, há pessoas que discursam que a cultura em Biguaçu está morta, o que gera em nós, membros da Associação Cultural Capoeira na Escola, uma indignação muito grande. Afinal, o que seria cultura viva, se não o que fazemos, independentemente de apoio do poder público?
Para esses, vale lembrar que somos uma entidade não governamental de utilidade pública estadual e aí vai um refresco de memória: Capoeira; Maculelê; Puxada de Rede; Samba de Roda; Noite do Conto; Intercâmbios Culturais; Teatros; Eventos relacionados à cultura negra; Boi-de-mamão. Eis o nosso repertório constante no município.
A propósito, na próxima sexta-feira, Dia das Crianças, a ACCAES apresentará o Boi-de-mamão da Capoeira, que tem a presença do Saci-Pererê e a Maricota é uma abayomi gigante, boneca artesanal feita com retalhos de tecidos. Abayomi significa “aquele (a) que traz felicidade”, representando bem a expressão das crianças que assistem. Será no campo do Biguá, às 14h30.
Também haverá roda na Praça Central de Biguaçu, às 16h.



Mestre Moa do Katendê

            Lamentável o ódio semeado neste momento político do país e que ainda gerará tantos frutos de violência...
            Condolências aos familiares e alunos do Mestre Moa do Katendê, brutalmente assassinado em Salvador, Bahia, por sustentar sua posição ideológica.



quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Atualização 2018 09 19


Leão Marinho eterno
Por: Mestre Tuti
           
            Nosso amigo Sidnei Lopes, conhecido na Capoeira como Leão Marinho, deixa saudades no dia de hoje. Tentando reviver um pouco de nossa amizade, lembrei-me de que, quando comecei a dar aulas de Capoeira na Apae de Biguaçu, em 2001, Sidnei só ficava olhando os treinamentos; enquanto eu, na mais pura ignorância (no sentido de não ter conhecimento, ou de achar que não tem), deixava passar despercebido um possível convite a ele. Eis que num treino mais descontraído, conduzi sua cadeira de rodas para o meio de um jogo e todos gostaram muito. Quando, finalmente, perguntei se ele gostaria de treinar, levei a 'rasteira': “- Você nunca me convidou!” .
            Com esse episódio, Leão Marinho me ensinou muito a acreditar na potencialidade das pessoas, independentemente das aparentes dificuldades que possam ter.
            Em 2007, Sidnei, Edenilson (Professor) e Viviane (Raposa) foram até a China competir na Special Olympiques representando o Brasil, trazendo várias medalhas na bagagem.
            Na Capoeira, por ter bastante força e habilidades motoras com os membros superiores, foi o meu primeiro aluno que desceu da cadeira de rodas no meio de um jogo de Capoeira, e com isso fez muitas lágrimas rolarem nas diversas apresentações e rodas que participou. Eu fico com a imagem de seu sorriso no rosto tendo como plano de fundo a plateia emocionada.
Condolências à família.

Semana Inclusiva - 2018


A Semana Inclusiva Grande Florianópolis está acontecendo entre os dias 17 e 23 de setembro com uma intensa programação, em diferentes locais da capital. Ela nasceu de uma parceria do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC) e do Ministério do Trabalho por meio da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Santa Catarina (SRTE/SC) com mais de 30 instituições governamentais e não governamentais, públicas e privadas, que se uniram para promover um novo olhar para as pessoas com deficiência da Grande Florianópolis, quebrando barreiras, mudando conceitos e vencendo o preconceito.
Tudo começou com o “Dia D” idealizado em 2015 para promover e garantir a inclusão de Pessoas com Deficiência no mercado de trabalho por empresas da região que se enquadravam no art. 93 da Lei 8.213/91, conhecida como Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência.
No próximo dia 23 (domingo), acontecerá o encerramento da Semana Inclusiva 2018, no Parque de Coqueiros, a partir das 14h. A Associação Cultural Capoeira na Escola estará presente apresentando a Capoeira Inclusiva juntamente à Fundação Catarinense de Educação Especial.
           
Semana Cultural de Biguaçu           
            Entre os dias 19 e 22 de setembro, a Prefeitura Municipal de Biguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer (Secetul), promoverá a Semana Cultural 2018. O evento será realizado em parceria com a Academia de Letras de Biguaçu, com parte da arrecadação destinada à Escola de Educação Especial Leandro de Azevedo, a Apae do município. Fundada em 1990, a Apae de Biguaçu atende mais de 200 alunos, oferecendo serviços que promovem a inclusão.
            A entrada e as atrações culturais são gratuitas ao público. Dentro da programação, a Associação Cultural Capoeira na Escola fará apresentação na Praça Central de Biguaçu no próximo sábado (22/09), às 14h30.

Jogo de Ouro - 2018: Fotos e resultados

SÃO BENTO GRANDE – INFANTIL
1º lugar – Duracell e Soluço
2º lugar – Wendel e Arthur
3º lugar – Formiga e Julinho

JOGO COMBINADO – INFANTIL
1º lugar – Gabriel e Júlio
2º lugar – Voz de Mel e Fiscal
3º lugar – Pantera Cor-de-rosa e Yasmin

SÃO BENTO GRANDE – INICIANTES
1º lugar – Murilo e Ervilha
2º lugar – Júlia e Murilo
3º lugar – Pé-de-feijão e Noemi

SÃO BENTO GRANDE – GRADUADOS
1º lugar – Baianinho e Doutor
2º lugar – Isqueiro e Borracha
3º lugar – He-man e Bigode

JOGO DE DENTRO – GRADUADOS
1º lugar – Maneca e Irani
2º lugar – He-man e Doutor
3º lugar – Axé e Algodão-doce

 Clique na imagem e veja as outras fotos
Clique para ver mais fotos



quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Jogo de Ouro 2018

           No próximo sábado (15/09), A Associação Cultural Capoeira na Escola realizará mais uma edição do evento “Jogo de Ouro”. Trata-se de uma competição que tem dois objetivos: o primeiro, estimular o treinamento em duplas como forma de desenvolvimento técnico da Capoeira; e o segundo, aproveitar o momento da competição para tratar de assuntos pertinentes à educação das crianças e jovens envolvidos por meio de pequenas inserções de vídeos, falas ou distribuição de panfletos. Entre os temas: racismo, bullying, drogas, importância do respeito aos mais velhos etc.
Na categoria infantil, são disputadas duas modalidades: jogo livre e jogo combinado. Para os adultos, jogos livres nos toques de São Bento Grande e de Jogo de Dentro.
Todos os participantes têm a nítida certeza de que o jogo vencedor foi o melhor naquele momento – por isso o nome “Jogo de Ouro” -, não que sejam os melhores jogadores, já que na concepção da ACCAES não existe o melhor jogador; existem bons capoeiristas (em todas linhagens) e que para serem considerados assim precisam ter boa desenvoltura em todas as faces da Capoeira.
A entrada é livre e o início será às 14h, no Ginásio da Univali-Biguaçu.





quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Atualização 2018 09 06


Olimprocasa e roda

          Nesta sexta (07/09), a Associação Cultural Capoeira na Escola fará apresentação na abertura dos Jogos Comunitários Olimprocasa. Será às 14h, no Ginásio do Sesi, bairro Procasa, município de São José.
            Logo em seguida, às 16h, haverá roda na Praça Central de Biguaçu.



Esclarecimento: A voz da ACCAES

         A Associação Cultural Capoeira na Escola (ACCAES) é uma entidade constituída oficialmente, detentora do título de utilidade pública estadual, e que norteia suas ações com base em estatuto próprio, por sua vez construído pelos integrantes da diretoria e associados.
Todo e qualquer posicionamento (ideológico, filosófico, sociológico etc.) que represente a ACCAES só existe caso seja fruto de uma assembleia de sua diretoria. Caso contrário, são posicionamentos individuais, respeitados pela própria exigência do estatuto em respeitar as diferenças, porém não são subscritos em nome da entidade.



quarta-feira, 18 de julho de 2018

Noite do Conto - 2018

No próximo sábado (21/07), a Associação Cultural Capoeira na Escola realizará mais uma Noite do Conto. A atividade reúne Capoeira, samba, poesia e tem como eixo a contação de histórias.
O objetivo é a exaltação da figura do Griot, aquele considerado por povos tribais africanos como o ‘contador de história’, o guardião da memória responsável pela transmissão, de forma oral, de conhecimentos ancestrais, sendo assim, de muita relevância para a integração entre jovens e adultos.
Dessa forma, não visando somente finais felizes e nem imposição de valores morais por parte dos contadores, a Associação Cultural Capoeira na Escola promove a “Noite do Conto”, que será realizada no próximo sábado, às 20h, no Centro de Artes Marciais de Biguaçu (CAM).
Participe!




Observações: Como forma de garantir um bom andamento do evento, sugerimos alguns procedimentos:
- os temas e formas de expressão são livres e vão de comentários sobre uma música, um livro ou filme; sobre a origem de seu nome (ou apelido); contar uma lenda ou história de ninar ouvida quando criança; poesia; contos africanos etc.;
- evitar histórias usuais em correios eletrônicos e redes sociais (correntes; ficções sensacionalistas e lendas urbanas); e
- programar para que a sua história não passe de sete minutos, já que haverá várias pessoas aguardando a vez.

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Atualização 2018 07 12


O Mago dos Tambores


Roda de Capoeira Regional

No último dia 07 de julho, a convite dos Mestres Pop e Tucano, Mestre Tuti coordenou uma roda de Capoeira Regional no Espaço Transcultural Aruandê, sul da Ilha de Florianópolis. Também aconteceu um bate-papo e demonstrações da sequência, da cintura desprezada e de toques de berimbaus da Capoeira Regional. A atividade fez parte do encontro de graduados do Grupo Camboatá.



quinta-feira, 21 de junho de 2018

Atualização 2018 06 21


Nina Rodrigues e o absurdo do Racismo Científico
Por: Mestre Tuti.


            No Terreiro de Jesus, em Salvador, está situado o prédio em que funcionava a Faculdade de Medicina da Bahia. Ali, foi um local de desenvolvimento em território brasileiro das teorias proferidas por Cesare Lombroso, psiquiatra italiano que acreditava que a capacidade e probabilidade de cometer crimes estava associada à origem étnica da pessoa. Entre seus seguidores estava Raimundo Nina Rodrigues, médico maranhense radicado em Salvador que produziu diversos estudos corroborando com as teorias de Lombroso baseando-se em pesquisas sobre crimes e surtos esquizofrênicos para inferiorizar a população não-branca, particularmente os negros escravizados e seus descendentes.
            Em seus textos, Nina Rodrigues argumentava que o fenótipo (características físicas como formato do maxilar, nariz e olhos, tamanho do cérebro e tom de pele) era definidor de virtudes e defeitos sociais e morais; por isso, sugeriu até a criação de códigos penais diferentes para brancos e negros.
A força de tais estudos, à luz da ciência, foi primorosa para duas questões: incentivar o aumento dos estoques raciais de europeus e seus descendentes no Brasil, o início de uma “limpeza étnica” para a remoção de um obstáculo ao progresso e a civilização da nação brasileira; e também para incrustar o ‘elemento suspeito’ na polícia técnica que até hoje tem na população negra seu alvo de investigações e encarceramento.
Nesta visão, em especial dos seres humanos, o termo ‘Raça’ deixou de estar relacionado à fé e à família para ser um instrumento de classificação de espécie tendo como fundamento a Biologia. Ou seja, nem tudo que vem da Ciência é desprovido do direcionamento do cientista. Até hoje, o departamento técnico da Polícia Civil da Bahia se chama Instituto Médico Legal Nina Rodrigues.

Reunião do Colegiado de Mestres de Capoeira

            No próximo sábado, acontecerá mais uma reunião do Colegiado de Mestres de Santa Catarina. Desta vez, o município anfitrião será Jacinto Machado, oportunizando a participação dos capoeiristas da Região Sul. Confira a programação.


Próximas atividades
           
            Roda na Praça (07) e Noite do Conto (21) são as atividades extras da Associação Cultural Capoeira na Escola no mês de julho.



terça-feira, 5 de junho de 2018

Arraiá da Capoeira



A Associação Cultural Capoeira na Escola (ACCAES), em parceria com a Prefeitura Municipal de Biguaçu, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer (SECETUL), realizará o anual “Arraiá da Capoeira”. Trata-se de uma ‘roda junina’ cujo objetivo é a confraternização entre os praticantes e a sociedade com direito a dança da quadrilha, maculelê, capoeira, recreação e comidas típicas.
            Este ano, o “Arraiá da Capoeira” será realizado no Centro de Artes Marciais (CAM), no dia 09 de junho (sábado), a partir de 15h. Traga algo para ajudar a compor a mesa e venha a caráter. A participação é livre.



sexta-feira, 1 de junho de 2018

Atualização 2018 06 1º


Calendário 2018

Segue calendário da Associação Cultural Capoeira na Escola para 2018. A roda do próximo dia 02 foi transferida para o dia 16 de junho, por conta da greve dos caminhoneiros. Já a roda junina, o Arraiá da Capoeira, está mantida para o dia 09 de junho, às 15h, no Centro de Artes Marciais (CAM).

Lei Áurea: Abolição inacabada?

O historiador Marcos Canetta acaba de lançar seu livro intitulado “Lei Áurea: Abolição inacabada?”. O professor Canetta é uma das mais importantes referências do Movimento Negro de Santa Catarina e seu livro vem em um momento importante em que se proliferam intelectuais sem fundamento, baseados nos fracos argumentos que leem na revista ‘Veja’ ou no ‘Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil’.
Interessados podem comprar o livro no site: www.agbook.com.br ou clicando na imagem da capa.



quinta-feira, 17 de maio de 2018

Atualização 2018 05 17


Aniversário de Biguaçu

            Nesta quinta (17 de maio), o Projeto Capoeira na Escola fará apresentação em comemoração ao aniversário de Biguaçu. Será às 14h, na Praça Central.



Só não aprende quem não quer

            Segue trecho da apresentação realizada no cinquentenário da FCEE.


13º Festival 'O Pulo do Gato': resultados e fotos.

            No último dia 12 de maio, aconteceu mais um festival de acrobacias do Projeto Capoeira na Escola. Veja os resultados abaixo e clique na imagem para ver as fotos. A Associação Cultural Capoeira na Escola reitera os agradecimentos à Prefeitura Municipal de Biguaçu, por meio da Secetul (estrutura, transporte e premiação) e da Secretaria Municipal de Saúde (enfermeira); à Polícia Militar (ronda); ao DJ Marquinhos (som); à equipe Ricardo Mello Jiu-Jitsu (brindes aos vencedores); à Fundação Catarinense de Educação Especial e à APAE de Biguaçu, pela participação honrosa.




 clique para ver mais fotos


quinta-feira, 10 de maio de 2018

Atualização 2018 05 10


Festival de Acrobacias “O Pulo do Gato”

No próximo sábado (12/05), das 14h às 18h, acontecerá o Festival de acrobacias de Capoeira “O Pulo do Gato” 2018. Será no Ginásio Municipal Nagib Sallum. A intenção desse festival é estimular o treinamento, bem como refletir sobre a abolição da escravidão e comemorar o aniversário de Biguaçu. O evento é aberto para crianças e adolescentes.
Serão disputadas as seguintes modalidades:
Saltos: execução de saltos acrobáticos de livre escolha, sendo cinco (05) para masculino adulto e três (03) para as outras categorias;
Equilíbrio: execução livre de paradas (cabeça ou mão) num tempo mínimo de três (03) segundos e máximo de quinze (15) segundos;
Movimento extraordinário: apresentação de apenas um movimento de média a alta dificuldade, tendo direito a três tentativas (não valem acrobacias básicas);
Acrobacias Básicas: sequência composta por: ginga básica, aú, ponte, parada de cabeça, parada de mão, macaco, s dobrado, pião de mão, pião de cabeça, canivete e meio-relógio, necessariamente nesta ordem, com o tempo máximo de quarenta (40) segundos.
Será obrigatório o uso do uniforme oficial rigorosamente limpo. Adornos como brincos, colares, pulseiras, e também o uso de calçados etc., não serão permitidos.
A entrada é autorizada mediante a entrega de brindes para festa junina (brinquedos ou comidas típicas).


Reflexão sobre os 130 anos de “Abolição”
Por: Mestre Tuti.

Parafraseando o antropólogo Luís Eduardo Soares, também antes, mas principalmente de 1888 para cá, a sociedade brasileira vem construindo muros, não somente de pedras ou tijolos, são muros segregacionistas. Ao negro, ao índio e seus descendentes sobraram as argumentações adocicadas do não-racismo, do mito da democracia racial e do convívio harmônico. Desde que os oprimidos não clamem por justiça e reparo de danos morais e sociais seculares, certamente essas argumentações procederão.
Em outras palavras, continuar de cabeça baixa e aceitar a condição dos subempregos; não ter direito ao ensino público de qualidade; não ter e não batalhar por espaços para fomentar sua própria cultura; aceitar os dados estatísticos que provam que a desigualdade social pende negativamente para não-brancos, são algumas formas de ajudar a compor o fictício imaginário brasileiro da paz étnica.



quarta-feira, 2 de maio de 2018

Atualização 2018 05 02

Colegiado de Mestres

            Reuniram-se em Joinville, no último sábado (28/04), os integrantes do Colegiado de Mestres de Santa Catarina. A reunião teve dois momentos: no primeiro, a continuidade da elaboração do plano de salvaguarda da Capoeira catarinense; e no segundo, debate aberto à comunidade da Capoeira com o tema “Transformações ocorridas na Capoeira a partir dos anos 1930: fundamentos, organização e vertentes.”
         A próxima reunião será no município de Jacinto Machado, região sul do estado, no dia 23 de junho.




































FCEE 50 anos

     Nesta quinta (03/03), haverá apresentação de Capoeira no aniversário do Cinquentenário da Fundação Catarinense de Educação Especial. Será às 15h, no Ginásio da FCEE.
            Saiba mais clicando na imagem:
 clique e confira

Rodas

            No próximo sábado (05/05), às 15h, haverá roda na Praça Central de Biguaçu. Em seguida, às 17h, haverá roda na Praça de Barreiros (ao lado da Policlínica Municipal).
          Em caso de chuva, a roda acontecerá no Centro de Artes Marciais (CAM) de Biguaçu.


Festival “O Pulo do Gato”

            Na próxima semana (12/05), o Projeto Capoeira na Escola realizará mais um festival de acrobacias. Em breve mais informações.


segunda-feira, 16 de abril de 2018

Atualização 2018 04 16


Aulas no Centro de Artes Marciais (CAM), Asmub e demais núcleos
           
A partir de amanhã (17/04), o Centro de Artes Marciais (CAM) passa a oferecer as aulas do Projeto Capoeira na Escola. Confira o quadro de horários.
            Além do CAM, o Projeto Capoeira na Escola será aplicado em diversos núcleos espalhados pela cidade de Biguaçu, todos a partir desta terça-feira. São eles:

Asmub
Casa-Lar Municipal
E.B.M. Fernando Viegas
E.B.M. Olga Borgonovo
E.B.M. Ruth Reis
E.E.B. Cônego Rodolfo Machado
E.E.B. Godinho
E.E.B. Joaquim Cardoso
E.E.B. Maria de Lourdes Scherer/E.B.M. Manoel Roldão das Neves
Recria

Contatos nos seguintes telefones:
(48) 3285 3020 – Secetul
(48) 99613 2189 – Mestre Tuti
(48) 98444 7439 – Professor Corcel
(48) 99809 0177 – Professor Tarzan