terça-feira, 9 de outubro de 2018

Atualização 2018 10 09


Cultura ativa em Biguaçu

Com claro viés político-partidário, há pessoas que discursam que a cultura em Biguaçu está morta, o que gera em nós, membros da Associação Cultural Capoeira na Escola, uma indignação muito grande. Afinal, o que seria cultura viva, se não o que fazemos, independentemente de apoio do poder público?
Para esses, vale lembrar que somos uma entidade não governamental de utilidade pública estadual e aí vai um refresco de memória: Capoeira; Maculelê; Puxada de Rede; Samba de Roda; Noite do Conto; Intercâmbios Culturais; Teatros; Eventos relacionados à cultura negra; Boi-de-mamão. Eis o nosso repertório constante no município.
A propósito, na próxima sexta-feira, Dia das Crianças, a ACCAES apresentará o Boi-de-mamão da Capoeira, que tem a presença do Saci-Pererê e a Maricota é uma abayomi gigante, boneca artesanal feita com retalhos de tecidos. Abayomi significa “aquele (a) que traz felicidade”, representando bem a expressão das crianças que assistem. Será no campo do Biguá, às 14h30.
Também haverá roda na Praça Central de Biguaçu, às 16h.



Mestre Moa do Katendê

            Lamentável o ódio semeado neste momento político do país e que ainda gerará tantos frutos de violência...
            Condolências aos familiares e alunos do Mestre Moa do Katendê, brutalmente assassinado em Salvador, Bahia, por sustentar sua posição ideológica.