A ACCAES


A Associação Cultural Capoeira na Escola (ACCAES) desenvolve suas atividades há vinte e um (21) anos na Grande Florianópolis; sempre comprometida com a cultura afrodescendente como instrumento de socialização, inclusão, valorização e democratização, oportunizando o aprendizado e a formação de cidadãos com senso crítico.
Mais de vinte mil crianças e jovens já foram atendidos nas escolas municipais; no Recanto da Criança e do Adolescente Municipal (RECRIA); Casas-lar; Escola Especial Leandro de Azevedo (APAE), e comunidade em geral.
Devido aos seus inúmeros projetos sociais e culturais desenvolvidos é qualificada como uma entidade de utilidade pública municipal e estadual.

Ações desenvolvidas pelo Projeto Capoeira na Escola:

Trabalhos com objetivos são sempre mais produtivos e assimilados. Por isso, a Associação Cultural Capoeira na Escola têm diversas metas durante o ano. São elas:

* Semana Afro-Biguaçuense: Palestras, oficinas, apresentações artísticas, filmes e debates na semana que acontece o Dia Nacional da Consciência Negra – 20 de Novembro – com o objetivo de quebrar preconceitos e refletir sobre os problemas e progressos da etnia Negra de Biguaçu. A Semana Afro-Biguaçuense foi uma conquista do esforço da Associação Cultural Capoeira na Escola efetivada através da lei municipal 2004/2004;

* O Intercâmbio Nacional de Capoeira visa possibilitar aos alunos e interessados um momento de aprofundamento teórico e técnico da Capoeira, troca de conhecimento com os Mestres convidados, integração e interação com o grupo participante do projeto. É um momento de fortalecer o compromisso de disseminar a cultura afro-brasileira e posicionar-se contra todas as formas de discriminação racial. 

* Subindo a Ladeira: Trata-se de uma iniciativa que acontece desde o ano 2000 promovendo a realização de etapas quinzenais de apresentações da cultura afrodescendente, em especial a Capoeira, nos morros e periferias com o objetivo de proporcionar a integração entre os alunos do centro urbano com os alunos mais carentes e suas comunidades e também como forma de entretenimento, lazer e aprendizado cultural e de cidadania para todos os envolvidos. Em cada etapa, o Projeto oferece à comunidade as campanhas arrecadadas (agasalhos e brinquedos) e duas cestas básicas provenientes de apoios de empresas privadas e órgãos públicos. Já foram distribuídas mais de dez toneladas de alimentos em quarenta etapas realizadas nas mais diversas comunidades;

* Arte Especial para Pessoas Especiais: Aplicação da arte Capoeira para pessoas com deficiência, iniciado em 2001 e possuidor de inúmeros benefícios a este público. Melhora de qualidades físicas e socialização ilustram sem delonga;

* Fora das Drogas, Dentro da Roda: Palestras mensais sobre a importância de se manter longe das drogas lícitas e ilícitas e de praticar esporte como forma de aumentar a qualidade de vida;

* Roda da Madrugada: Roda de Capoeira de meia noite até o sol raiar, na primeira lua cheia do mês de Janeiro.

* Festival “O Pulo do Gato”: Visa o desenvolvimento das acrobacias da Capoeira e aproveita a data para debater sobre a escravidão e seus frutos no Brasil atual. Acontece no mês de Maio;

* Campeonato “Jogo de Ouro”: Competição que visa o estímulo de treinamento em duplas e também a valorização do melhor jogo do dia, com avaliação de esquivas, entradas de quedas, sequência de jogo, etc. Acontece em Setembro;

* Informativo da Cultura Afrodescendente: Publicação semestral de informativo com textos, fotos, agenda, notícias e brincadeiras relacionadas ao universo afro – brasileiro;

* Moenda – Grupo de Estudos: Mocambo de Estudos Negros e de Descendência Afro. Trata-se de encontros presenciais e virtuais para pesquisas e debates relacionados ao Movimento Negro;


Além das ações anteriores, a Associação já materializou:

* Disco Compacto (CD) - Declaração de Amor à Capoeira: Os alunos atendidos pelo Projeto Capoeira na Escola gravaram um disco de Capoeira. É o terceiro CD do estado e foi lançado na II Semana Afro-Biguaçuense. Autoestima e desenvolvimento musical foram o norte deste trabalho desenvolvido pela Associação Cultural Capoeira na Escola;

* Livro “Capoeira não é só Jogo”: Através da organização de textos publicados pelos integrantes da Associação Cultural Capoeira na Escola em diversos jornais, sites e informativo próprio, cumpriu-se o objetivo deste livro: mostrar que a Capoeira é um excelente recurso educacional e de formação da identidade brasileira.